quinta-feira, 16 de abril de 2015

Açúcar: consuma com moderação

A gente publica várias receitas de doces e apresenta guloseimas aqui no blog. Entretanto, isso não quer dizer que estas delícias devam ser ingeridas sem controle. Também é preciso moderação no consumo de açúcar. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o brasileiro consome 50% a mais de açúcar do que o limite considerado saudável. A indicação da entidade é de até 50 gramas do produto diariamente, porém, a média no Brasil chega a 150 gramas. Segundo o nutrólogo, endocrinologista e especialista em fisiologia do exercício Mohamad Barakat, essa discrepância pode trazer efeitos nocivos.

“O consumo de açúcar em excesso vai além de problemas com o peso e obesidade. Ele está ligado a diabetes, alguns tipos de câncer e até doenças crônicas como hipertensão, mesmo em pessoas que estão em dia com a balança”, comenta.

A quantidade indicada pela OMS corresponde a uma média de 12 colheres de chá, mas nem sempre é fácil medir o quanto ingerimos. “O açúcar está presente em muitos alimentos, grande parte das vezes em alta concentração, o que torna um controle efetivo muito difícil. Uma única lata de refrigerante, por exemplo, pode trazer 33 gramas, mais da metade do consumo indicado”, conta Dr. Barakat.

A maior parte das receitas, utiliza o açúcar branco refinado e uma dica é usar outras opções de açúcares  mais saudáveis (pela maior presença de nutrientes) para adoçar sucos, cafés, chás etc. Dr. Barakat cita como exemplo o agave, xarope extraído de uma planta mexicana que, mesmo mais calórico, tem poder adoçante muito maior, sendo então preciso utilizar em porções pequenas. Outros substitutos possíveis são o açúcar de coco (rico em potássio, ferro, zinco e fósforo e com um índice glicêmico muito baixo) e a stevia (espécie de planta com poder adoçante 300 vezes maior que o açúcar e sem impacto no índice glicêmico). 
“A regra básica é: quanto mais escuro o açúcar, mais vitaminas e sais minerais ele tem, por estar mais próximo do estado bruto", finaliza o médico.

Aqui no blog, eu já falei sobre o agave. Confira aqui. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...