segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Eu fui ao Restaurante Jacarandá (Pinheiros)

Vou resgatar alguns materiais de restaurantes que eu fui, mas que sobre os quais não publiquei informações no blog. O primeiro deles é o RESTAURANTE JACARANDÁ (R. Alves Guimarães, 153 - Pinheiros), ao qual eu fui a partir da troca de pontos do cartão de crédito (para evitar vencer), já com menu fechado (mas, com opções para escolher). 

O ambiente é muito acolhedor, pois o salão principal foi construído ao redor de uma árvore jacarandá, eis a origem do nome do local. Um ótimo local para aproveitar um almoço ao ar livre, especialmente em uma temperatura amena na primavera. Fui em um sábado, junto com a minha irmã, e tinha música ambiente ao vivo (esqueci de tirar foto dos músicos). O restaurante tem também um amplo salão ao fundo, decorado com muito bom gosto.

    


Entrada com shitake fresco

As opções seguintes foram uma salada de abóbora cabotiá refrescante de folhas, queijo de cabra, acompanhada de abóbora grelhada e amêndoas caramelizadas; e um ceviche (peixe branco temperado com cebola roxa, pimenta dedo de moça, coentro e limão Taiti com chips de banana da terra).

Ceviche com chips de banana da terra
  
Salada com cabotiá

Os pratos principais foram: Casarecce (massa fresca artesanal) com  molho de tomate e berinjela defumados, burrata, limão siciliano e manjericão. Confesso que nunca pensei em molho com berinjela. Estava muito gostoso.

Casarecce com molho de berinjela e burrata

E o Galeto desossado, com humita cremosa e salada de rúcula selvagem. Lógico, que fui pesquisar o que era o tal humita e trata-se do nosso conhecido creme de milho, mas a receita argentina na qual vai milho fresco e um leve toque adocicado. A porção é bem generosa. Mas senti falta de um pouco mais de tempero no galeto, para garantir a suculência e presença na boca.

Galeto com humita cremosa

Para finalizar a refeição, fomos de Pudim de Queijo e o Sorvete Artesanal Jacarandá Pudim de queijo da serra da canastra e o Sorvete de maracujá (que pareceu receber uma farofinha de rapadura). Esperava um pouco mais do pudim, um pouco mais do sabor de queijo, creio eu.


Sorvete de Maracujá

Pudim de Queijo Canastra

Minha irmã tomou um suco poderoso com beterraba e outras coisinhas (está na foto 1 deste post) e eu preferi um drink. Queria uma opção mais doce, mas não tinha  no cardápio. Então, optei pelo Capim Refrescante, descrito como "um delicado refresco artesanal de capim limão com abacaxi, vodka nacional e cointreau". É bem leve mesmo.

Drink Capim Refrescante
Nota geral: 8, pois o galeto e o pudim podem ganhar um pouco mais de sabor, na minha singela avaliação. Se você já foi  lá e quiser deixar sua opinião, fique à vontade! 

Aproveite e confira aqui no blog minha visita ao Restaurante Claudius (Perdizes) e ao Restaurante Bananeira (Morumbi).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...