Saia do básico na cozinha: arrozes diferentes provenientes de diversas partes do mundo possibilitam incrementar o cardápio todos os dias

Saia do básico na cozinha: arrozes diferentes provenientes de diversas partes do mundo possibilitam incrementar o cardápio todos os dias

Apesar de o arroz branco ser o mais tradicional e conhecido no Brasil, existem no mundo mais de dois mil tipos deste grão, considerado a base alimentar de diferentes culturas, de países como Canadá, França, Índia, China, Itália, Japão e Tailândia. Veja as dicas enviadas pela marca Tio João:

Arroz Selvagem – Cozinha Canadense

Conhecido popularmente como arroz selvagem, o grão encanta pela aparência, aroma e sabor diferenciado. Com seu delicado sabor de nozes, o arroz de formato exótico é indicado entre os chefs de cozinha para incrementar e sofisticar receitas. Além disso, é rico em magnésio, fósforo, folacina e vitaminas do complexo B.

Dica de uso: o arroz selvagem pode ser usado como base para saladas, misturado a ervas aromáticas, castanhas trituradas e frutas secas.

Arroz Preto – Cozinha Chinesa

Chamado originalmente pelos chineses de “Arroz Proibido”, o arroz preto não tem apenas a aparência e sabor como diferenciais, mas também traz benefícios à saúde. Considerado um superalimento, este tipo de arroz é rico em flavonoides, composto antioxidante, tem 20% a mais de proteína e 30% a mais de fibras que o arroz integral.

Dica de uso: sirva com frutos do mar (lula, polvo ou camarão) e finalize com raspas de casca de laranja ou limão, para deixar a refeição com um toque cítrico.


Arroz Vermelho – Cozinha Francesa

O grão, pertencente ao subgrupo integral, tem textura firme e é repleto de fibras, proteínas, vitaminas e sais minerais. Além de ser uma ótima opção para acompanhar carnes vermelhas ou frutos do mar, tem destaque em pratos gourmet por seu sabor amendoado e aspecto diferenciado.

Dica de uso: para aromatizar a receita e finalização do prato, o arroz pode ser acompanhado com ervas, como salsinha, cebolinha, manjericão ou tomilho.



Arroz Basmati – Cozinha Indiana

Arroz Basmati, que em tradução livre, significa “a rainha da fragrância ou pérola dos aromas”, tem um delicioso aroma e o sabor suave de nozes.  Sua forma fina e alongada deixa a receita ainda mais atraente.

Dica de uso: para reforçar ainda mais o sabor do arroz, no momento de refogar a dica é adicionar especiarias como: canela em pau, pimentas secas, sementes de mostarda ou cravos da Índia.




Arroz Carnaroli – Cozinha Italiana


O grão é ideal para a preparação de risotos ou paellas, sopas e diversas sobremesas. Além de liberar uma pequena porção de amido durante o cozimento, o arroz italiano tem grãos largos e grandes que absorvem muito mais água e o sabor dos temperos, deixando a receita cremosa e soltinha, com textura amanteigada.

Dica de uso: o risoto, para ficar mais saboroso, pode ser acompanhado com frutos do mar ou legumes. Ainda, pode acrescentar temperos como açafrão ou ervas frescas.


Arroz Sasanishiki – Cozinha Japonesa

Seu diferencial está no frescor, no sabor delicado e neutro, na textura úmida e nos grãos unidos e macios, que podem ser modelados durante a preparação de pratos orientais, como variados tipos de sushi.

Dica de uso: para deixar ainda mais saboroso e com gostinho oriental, o arroz pode ser acompanhado de ingredientes como o vinagre, missô, shoyu e saquês.


Arroz Aromático Jasmine – Cozinha Tailandesa


Famoso por acompanhar pratos apimentados e frutos do mar, o arroz do tipo Jasmine é mais delicado e perfumado do que os demais arrozes e é perfeito para diversificar as receitas.

Dica de uso: o aroma pode ficar muito mais perfumado e saboroso, juntando um pau de canela ou um pedaço de gengibre à água do cozimento do arroz.

Para conferir receitas com estes e outros arrozes, acesse: https://tiojoao.com.br/receitas/ .

 

Para mais informações e para adquirir os produtos da marca Tio João, acesse: https://www.armazemtiojoao.com.br/ .


Veja também a receita de arroz de forno

Compartilhar esse artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *