terça-feira, 3 de agosto de 2021

Candice Renoir: entre investigações, os filhos e os amantes

Se você, como eu, está acostumado com seriados produzidos nos Estados Unidos deve ter se surpreendido quando o canal AXN colocou no ar a série francesa Candice Renoir, vivida pela protagonista com o mesmo nome interpretada pela atriz Cécile Bois. Ela é uma mãe de quatro filhos (sendo que os 2 mais novos são gêmeos), que acabou de se separar do marido, con quem morava em um país do Oriente, e decidiu voltar para a Brigada Criminal de Sète, no sul da França, após ter passado quase uma década fora do trabalho como policial. 

Aviso que este post tem spoiler, caso nunca tenha assistido a série antes. No Brasil, o AXN iniciará a veiculação da terceira temporada, mas vi que na França, Candice já está a caminho da oitava temporada e o elenco passou por mudanças.



Nos primeiros episódios, chama a atenção o péssimo tratamento dado pela equipe que Candice precisa chefiar, pois se ressentem pelo fato dela ser uma mulher desconhecida, mais velha e afastada da carreira, especialmente o personagem Antoine (Raphaël Lenglet) , que ambicionava ser promovido e ocupar o cargo que ela veio ocupar. Assim, ela precisa o tempo todo provar o seu valor, mas Candice não se deixa abater. Ao mesmo tempo, em casa, a loira precisa lidar também com o ressentimento dos filhos em função da separação, a mudança de país e com a mãe que trabalha fora.



Candice Renoir é uma mulher separada que precisa provar sua capacidade de trabalhar, liderar uma equipe, resolver crimes e superar a separação. A série tem um humor leve, pois Candice encontra pistas para solucionar as investigações a partir de situações que os demais deixam passar desapercebidas - aos poucos ela ganha o respeito da sua equipe (mas sempre tem umas rusgas e implicâncias). Tem ainda os ringtones do celular, que são alterados pelos filhos mais novos e são inusitados. 

Antoine Dumas (Raphaël Lenglet) e Chrystelle Da Si (Gaya Verneuil) 

Posso abordar diferentes aspectos do seriado, após essa introdução, mas quero chamar a atenção para os amantes de Candice Renoir, que podem ser inseridos na discussão em torno de questões como o resgate da feminilidade e da sexualidade de uma mulher separada. 

Na primeira temporada, Candice se envolve com um vizinho Hervé (Alexandre Varga), que também se aproxima dos filhos da policial, dos quais tentam esconder o romance. Quem aparece para atrapalhar é o ex-marido Laurent (Arnaud Giovaninetti), muito bonito e sexy que, apesar parecer que deseja retomar o casamento, parte para trabalhar em outro país. Até mesmo Antoine, depois das implicâncias iniciais, parece ter sido seduzido por Candice, mas a relação não evoluiu (mas acho que pode ter sido retomada em outras temporadas). 

ex-marido Laurent
Por fim, o seriado ganha o personagem do policial David Canovas (Stéphane Blancafort), com quem Candice tem alguns desentendimentos na condução de investigações em conjunto, mas cuja relação se transforma em cenas de sexo intenso e na tentativa de esconder da equipe que os dois estão envolvidos.

Candice Renoir é um seriado leve de investigação, no qual problemas de família dos personagens surgem a cada episódio junto com a necessidade de se desvendar os crimes (mortes). Se você gosta de séries com esse estilo, recomendo Private Eyes - tenho um post aqui.  
  

2 comentários:

  1. Por que Arnaldo Giovaninetti saiu de Candice Renoir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ator Arnaud Giovaninetti faleceu no dia 24/01/2018, aos 50 anos. As matérias não falam a causa da morte. Não sabia disso até pesquisar aqui. Mas, ele trabalha na sexta temporada, que ainda não está sendo veiculada na AXN.

      Excluir