quarta-feira, 20 de julho de 2022

Criança na cozinha: dicas para os pequenos se aventurarem no mundo da gastronomia


 *Por Chef Bianca Folla

Recentemente, mostrei no meu Instagram a minha sobrinha me ajudando na cozinha e, imediatamente, recebi inúmeros relatos de pessoas contando sobre suas memórias afetivas envolvendo a preparação de alimentos com suas mães, avós e tias.

Levar os pequenos para a cozinha ajuda a estreitar laços e desperta a curiosidade por aromas e temperos, mas não é só isso. Por isso, produzi esse novo conteúdo com dicas para deixar os dias de férias da criançada mais saborosos e divertidos. Acompanhe!  

Benefícios de introduzir a criança na cozinha 

Cozinhar com as crianças pode ser um momento muito especial e o melhor, traz vários benefícios para elas, como por exemplo:

Reforça o vínculo emocional

Cozinhar é uma ótima maneira de passar mais tempo com os filhos, netos ou sobrinhos. Além de ser uma atividade diferente para a maioria das crianças, é um ótimo momento para colocar o papo em dia e saber mais sobre o dia a dia dos pequenos. Aproveite também o tempo para contar histórias da família, que tenham ou não relação com a receita que estiver sendo preparada.  


Ajuda na coordenação motora

Crianças maiores, devidamente supervisionada e orientadas,  podem te ajudar a cortar alimentos, limpar utensílios, untar formas, mexer e misturar ingredientes. E todas essas atividades ajudam na coordenação motora e no desenvolvimento das habilidades manuais. 

Estimula o foco e a memória

Preparar uma receita exige muita atenção e boa memória. Afinal, são muitos os ingredientes que precisam ser usados na hora e na medida certa. É preciso ler a receita com calma, separar os ingredientes e utensílios, sem esquecer de nada e tudo isso ajuda a criança a ter foco e também a exercitar a memória. 

Ensina a ter paciência

A paciência também é outro fator trabalhado na culinária. A criança irá perceber que os alimentos não ficam prontos em um piscar de olhos. Eles precisam de um tempo certo de cozimento, descanso ou refrigeração. Essa percepção é uma habilidade importante para o controle da ansiedade e do estresse.. 

Aprendendo sobre organização e responsabilidade entre panelas

Na cozinha, existe o antes, o durante e o depois. Assim, comece separando um tempo para levar a criança ao supermercado, feira ou padaria, para providenciar todos os ingredientes que serão necessários. 

Ao chegar em casa, foque na limpeza e organização da cozinha e, ao final, com a receita já pronta, ensine a criança a limpar e guardar tudo que foi utilizado. 

Faça com que os pequenos participem de todas as etapas e tenham uma visão completa de todo o trabalho que precisa ser feito para que seja possível saborear uma deliciosa refeição. 

Aproveite o tempo na cozinha para explicar sobre os alimentos

Durante a preparação de uma receita, é interessante que você vá explicando para as crianças o que são cada um dos ingredientes e quais são os seus respectivos benefícios para a saúde. Por exemplo: ao invés de falar que a cenoura é rica vitamina A, diga que ela ajuda a enxergar melhor, já que é boa para os olhos e  que o leite, rico em cálcio, serve para deixar os ossos mais fortes.  

Quando a criança sabe os motivos de estar consumindo esse ou aquele alimento, ela cria um vínculo com ele e a refeição se torna um momento de curiosidade e prazer.


Escolha receitas atraentes para as crianças

Antes de chamar a criança para a cozinha, pense no que vocês vão cozinhar juntos. É normal que os pequenos se sintam atraídos por receitas consideradas “gostosas”, como por exemplo, bolos,doces, biscoitos decorados e tortas salgadas. 

Assim, as sobremesas podem ser um ótimo começo para a aventura culinária em família.  

No mais, crianças até 6 anos costumam ser impacientes e se a receita for muito elaborada e demorada, elas podem ficar estressadas. Por isso, escolha com cuidado o que vai ser preparado . 

Segurança na cozinha

Ter cuidado com as crianças na cozinha é fundamental, certo? Então, veja essas dicas:

  • Introduza a criança na cozinha aos poucos, e sempre com a supervisão de um responsável.
  • Usar um avental ao cozinhar não é questão de estilo, e sim de higiene e segurança, já que protege o cozinheiro de líquidos e alimentos quentes. Assim, providencie aventais para você e para os pequenos. 
  • Vire os cabos das panelas enquanto estiver cozinhando (e durante todo o tempo em que a comida estiver quente). Assim, as crianças e também você, não correm o risco de esbarrar acidentalmente neles.
  • Limpe imediatamente tudo o que derrubar, já que o piso da cozinha costuma ser liso e ficar escorregadio quando molhado. Então, mantenha o chão sempre seco para que ninguém escorregue e caia.
  • Com crianças por perto, prefira objetos de fácil manuseio e que não coloquem a criança em perigo. Formas e talheres de silicone, vasilhas plásticas e coloridas ajudam a chamar a atenção e tornam o momento mais divertido. 

Gostou das dicas? E para mais conteúdos sobre gastronomia e também sobre o meu trabalho como Chef, continue me acompanhando  pelas minhas redes sociais @achefemcasa ou www.achefemcasa.com.br . É sempre um prazer contar com a sua companhia.


Leia também a matéria sobre Doze passos para uma alimentação saudável para os kids

Nenhum comentário:

Postar um comentário