quarta-feira, 19 de maio de 2021

Cipatex® lança nove produtos de linha com ação antiviral para móveis residenciais e corporativos



Os revestimentos que inativam o vírus da Covid-19 podem ser aplicados em cadeiras, poltronas, pufes, cabeceiras de cama e outros estofados

A Cipatex®, fabricante brasileira de laminados sintéticos, incorpora em seu portfólio produtos com ação contra fungos, bactérias e vírus, incluindo o Sars-CoV-2, responsável pela Covid-19. Do total de 11 revestimentos antivirais que entram em linha, nove são destinados ao setor de móveis e decoração. Os materiais são indicados para revestir sofás, cadeiras, poltronas, pufes, cabeceiras de cama e outros estofados residenciais e corporativos.

Para garantir proteção, os revestimentos recebem aditivo de micropartículas de prata e sílica desenvolvido pela Nanox, empresa de nanotecnologia. A linha antiviral foi submetida a testes rigorosos que comprovam a sua eficácia em inativar 99,72% do Sars-CoV-2 em três minutos.

Entre os revestimentos sintéticos antivirais para ambientes residenciais está o Corano® AV DT, em tons branco, bege, marrom e preto. O material conta com o exclusivo acabamento Natural Comfort, que impermeabiliza e dá suavidade ao toque. Resistente para uso contínuo, pode ser utilizado em locais com baixo ou alto fluxo de pessoas.

Facto® AV Dunas
Outro artigo da linha antiviral para revestir móveis é o Facto® AV Dunas, nas cores branco, fendi, café e preto. Os revestimentos têm como diferencial o acabamento em PU (poliuretano), que proporciona alta durabilidade e conforto. Também são impermeáveis e se adequam a qualquer formato de estofado. Com aspecto perolado, podem ser usados em áreas comerciais, salas de espera de consultório e clínicas e áreas restritas de hospitais, seja de baixo a alto fluxo de pessoas.

Os produtos Corano® e Facto® podem ser limpos regularmente, oferecem menos risco de acúmulo de poeira e pelos de animais, além de não reter odores e ser mais difícil de rasgar. Basta um pano úmido para a limpeza. São ideais para pessoas alérgicas, para quem tem crianças, gatos ou cães em casa.

Outro material disponível é o Pevecron AV Fox, destinado para móveis corporativos em geral e disponível na cor preta. O produto em PVC pode ser utilizado para revestir assentos e encostos de vários tipos de cadeiras, sejam ergonômicas, reclináveis, giratórias ou fixas, em peças simples ou mais sofisticadas, como modelos diretor e presidente.

Além dos artigos destinados ao setor moveleiro, entram em linha produtos para os segmentos automotivo e hospitalar. O Pevecron Auto AV Rivera foi desenvolvido para revestir assentos de carros e o Cilontex Med AV Le Mans para confecção de colchões hospitalares em geral.

Os artigos da Linha AV – Proteção Antiviral Cipatex® possuem eficácia virucida testada com base na norma internacional ISO 21702 (Measurement of antiviral activity on plastics and other non-porous surfaces).

Os produtos foram submetidos a testes conduzidos pela empresa especializada Quasar Bio, referência em ensaios com SARS-CoV-2, e que possui seus laudos protocolados pelo Prof. Dr. Lucio Holanda Gondim de Freitas Jr, especialista no assunto. Os ensaios são feitos em laboratório NB-3 (Nível de Biossegurança 3) e obedecendo às Boas Práticas de Laboratório (BPL).

Para desenvolver a nova linha de revestimentos, a Cipatex® contou com a parceria da Braskem na busca por soluções e investimento em tecnologia, resultando em materiais que atendem a nova realidade e necessidade global.

Tecnologia

Baseada na prata como princípio ativo, a tecnologia Nanox, empregada nos revestimentos durante o processo de produção, é eficiente contra um amplo espectro de microorganismos, como bactérias, fungos e vírus, incluindo o que causa a Covid-19.

Os materiais já saem da fábrica com o composto que têm a capacidade de inativar 99,72% do Sars-CoV-2 e outros em três minutos de contato. “O curto intervalo de tempo que os produtos se mostraram eficazes se deve ao efeito da natureza da tecnologia aliado à dosagem adequada. A prata oxida a camada de gordura que protege o vírus e assim este é eliminado”, afirma o diretor e cofundador da Nanox, Daniel Minozzi.

Segundo a coordenadora de laboratório da Cipatex®, Andreza Scudeler, a linha antiviral da empresa é uma grande aliada no enfrentamento da pandemia, considerando que se alguma pessoa infectada expelir gotículas de saliva ou tocar com as mãos contaminadas nos revestimentos, a tecnologia empregada age para inativá-lo diminuindo o risco de contaminação cruzada. “Com o evento da pandemia, a Cipatex® pesquisou diferentes tecnologias disponíveis no mercado de forma a desenvolver um produto que fosse realmente eficaz contra o Sars-CoV-2 e, com a utilização das micropartículas de prata e sílica da Nanox, nosso material apresentou atividade virucida comprovada cientificamente contra o vírus que causa a Covid-19.”

“Investir em pesquisa e soluções que atendam as reais necessidades do mercado, principalmente em um momento tão delicado e de mudanças de conceito, ganhou ainda mais relevância. O nosso objetivo com a linha antiviral é oferecer produtos seguros e que ajudem a combater a pandemia, por isso a importância de testes rigorosos e laudos que comprovem a sua eficácia”, completa Silvio Martins, head de marketing da Cipatex®.

Para conhecer a linha de produtos antivirais acesse


A marca também possui uma linha de toalhas térmicas. Confira na matéria publicada aqui no Blog.

                       

Nenhum comentário:

Postar um comentário