quinta-feira, 7 de maio de 2020

Brasilândia, região de SP com maior número de mortes pela Covid-19, recebeu projeto Máscaras Solidárias no Dia das Mães




Moradores da Brasilândia pedem ações do poder público e reclamam do acesso precário aos serviços de saúde. A região é o sétimo distrito mais populoso da capital, com mais de 260 mil habitantes. Além disso, de acordo com o Mapa de Desigualdade da Rede Nossa São Paulo, a Brasilândia é a região paulistana que tem a segunda maior proporção de residências em favelas, com quase 30% dos moradores.

Por essa razão, o projeto “Máscaras Solidárias – Frases Transformadoras - A Saúde Une Todos” escolheu essa região fez no dia 6 de abril, no Centro de Integração da Cidadania (CIC Oeste), Estrada de Taipas, 990, uma ação solidária simbólica, em prol da proteção de famílias dessa região carente.

O objetivo foi dar proteção para quem sempre protege a todos: as mães! As máscaras de tecido têm frases transformadoras que podem “dar voz” para essas mulheres influenciarem, de forma positiva, as famílias da região.

Números do último boletim da Secretaria de Saúde da Prefeitura de São Paulo apontam que a região da Brasilândia teve o maior número de mortes por conta do Novo Coronavírus. Em apenas 7 dias, a alta chegou a ser maior do que 60%, com 103 mortes confirmadas. Com kits de álcool em gel, da Coperalcool e de higiene bucal, da Colgate, as máscaras serão entregues às mães das comunidades.

O local escolhido tem dois vieses importantes: as costureiras dessa comunidade fazem parte do projeto e “costuram” amor para mães que vão ser beneficiadas com as entregas; a ação será realizada de forma responsável para a proteção de todos e obedecerá às regras de distanciamento entre uma pessoa e outra, bem como ao uso de máscara, obrigatório em São Paulo.

As 4 mil máscaras de tecido do projeto máscaras solidárias foram doadas graças ao Grupo Carrefour Brasil, primeiro patrocinador do projeto. A rede de supermercados já comprou 40 mil máscaras e destina, neste evento, quatro mil peças para homenagem a estas mães. O vice-presidente de relações institucionais do Grupo, Stéphane Engelhard, disse que “participar de campanhas como esta é a atribuição da empresa: ajudar quem precisa mais. Estamos cumprindo o nosso papel social”.

A Camisaria Alexandre Mendonça, que é responsável pela contratação de costureiras das comunidades, gera emprego e renda para mais de 500 costureiras de São Paulo com a confecção das máscaras. O importante no projeto é que outros empresários possam fazer compras de lotes que fiquem para distribuição do projeto e garantam, assim, outras doações em ações semelhantes à ação do dia das mães. “As compras com números superiores a 40 mil máscaras têm preços ainda mais acessíveis para que muitas outras pessoas possam ter acesso à proteção e empresas possam comprar para doação”, diz Alexandre Mendonça, que também faz questão de ensinar costureiras das comunidades como fazer sua própria máscara.

A transportadora RV ÍMOLA, importante parceira do projeto, fará o transporte dos kits para as mães e acredita na importância de ações solidárias.

OUTRAS INFORMAÇÕES RELEVANTES:
Para adquirir máscaras do projeto e saber mais sobre “Máscaras Solidárias – Frases Transformadoras – A Saúde Une Todos”, basta acessar site:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...