sábado, 21 de setembro de 2019

Vai ter festa! Villa Blue Tree abre as portas para promover eventos sociais


Vamos falar para vocês do espaço de eventos Villa Blue Tree, localizado na Zona Sul (R. Castro Verde, 266 ) - até pouco tempo mais conhecido como Villa Noah. Estive em um evento lá  no dia 23 de agosto de 2019  - o Dreams Day, que tinha como objetivo apresentar a gastronomia e o espaço de evento para o mercado social de noivos, assessores de casamento, fornecedores, agências de formaturas e organizadores de eventos corporativos. Meta que foi realizada com êxito e vou mostrar muitas fotos aqui para vocês.  

Mesa e arranjos florais.

O encontro, que reuniu cerca de 160 pessoas, contou com a parceria da Credencie, Bares SP, Marisa Bueno, Pinelli, Nova Noiva, Sangroup, Musicaria Ilimitada, Néctar Flores, Alessandra Tonissi, San Grupo, Casa Tiffany, Loc Festa, AVI Produções Técnicas para Eventos, Began Lustres, Kykah Doces, Sonho em Papel, Game Ambulância, KC Terceirização de Serviços, Circuito Geradores, Hot Vallet e Guina’s Design. 
Detalhes da decoração
De acordo com o gerente de Vendas e Marketing do Villa Blue Tree, Tiago Bertoncel, o espaço está investindo cada vez mais no segmento social. “Com boas parcerias, trazemos inovação, criatividade e soluções em produtos. No primeiro semestre, já crescemos 25% na realização de eventos sociais, em comparação ao mesmo período de 2018. Vamos oferecer sempre um mundo de possibilidades aos nossos clientes”, comentou. E trazem, agora, a força da marca Blue Tree, fortemente reconhecida no segmento de hotelaria.


A locação das salas é definida de acordo com o perfil da festa, inclusive é possível realizar o casamento religioso por lá, montar a pista de dança e o que for parte dos sonhos das pessoas.

A empresa anunciou, que no início de 2020, realizará a quarta edição do “Sweet Day”, roadshow com apresentações inovadoras de festas sociais e rodadas de negócios. Com o tema “Volta ao mundo”, cinco salas do espaço serão decoradas com inspirações nos pontos turísticos da França, Japão, Inglaterra, Itália e Caribe, oferecendo um diverso leque de oportunidades para os mais diversos tipos de eventos. Então, podemos aguardar este evento e já anotar na agenda. Aproveite para apreciar as demais fotos da noite, incluindo o delicioso jantar. 

docinhos

Hora dos drinks Sangroup
Mais docinhos
Outra sala decorada para eventos

Moscow Mule da SanGroup

Outro ângulo do evento
Linda mesa decorada
Bolo para casar
Apaixonada por arranjos e doces maravilhoso

Euzinha (Chris Santos) na festa
cardápio do jantar
Momento Glamour de Luzes
Veja mais detalhes da festa neste vídeo produzido por mim para o blog Glamour e Felicidade ;) 



quarta-feira, 18 de setembro de 2019

RECEITA: Versatilidade da aveia ganha espaço na gastronomia

Muffin Farroupilha homenageia data tipicamente gaúcha, valorizando a aveia
Crédito: 
Ferrão Fotografias


Alimento funcional, reconhecido pelos seus benefícios para a saúde e tradicional em dietas nas quais se busca qualidade de vida, a aveia está ganhando cada vez mais espaço na gastronomia.  
Muito além do mingau, atualmente não é raro encontrar o cereal em receitas diversas, como bolos, pizzas, tortas salgadas, sopas, entre outras.
Entusiasta da utilização de aveia na culinária, a chef Mônica Ruschel defende o uso do alimento que, para ela, tem grande versatilidade.    
Criadora de várias receitas com aveia, em homenagem ao 20 de setembro – data tradicional gaúcha, ela desenvolveu o “Muffin Farroupilha” e abre a receita para quem também é adepto do cereal.

Muffin Farroupilha
Muffin Farroupilha / Crédito: Ferrão Fotografia
Ingredientes

250 gramas de Charque de traseiro bovino
1 cebola grande
1/2 pimentão
1 colher de chimichurri seco
4 ovos
1colher de chá de sal
3 colheres de chá de açúcar
100 ml de leite
6 colheres de óleo de milho
100 gramas de farinha de aveia Naturale
100 gramas de flocos finos de aveia Naturale
3 colheres de amido de milho
1 colher de sopa de fermento em pó

Modo de preparo
Dessalgar o charque, refogando com a cebola, pimentão e chimichurri. Acrescentar água aos poucos até o charque ficar macio.
Desfiar e reservar.
Para a massa: misturar os ovos, o açúcar, o sal, o óleo de milho, o leite.
Acrescentar a farinha de aveia Naturale, os flocos finos de aveia Naturale, o amido de milho, o fermento em pó. Misturar bem e deixar descansar por 10 minutos.
Montar os muffins com a massa e o charque desfiado.
Decorar com tomates cereja e queijo em cubos.
Levar ao forno pré-aquecido a 180° por 40 minutos. Rende 10 muffins.  

Aqui no blog Glamour e Felicidade, temos também deliciosas receitas de vitaminas com aveia.




terça-feira, 17 de setembro de 2019

NUTRIÇÃO: Substitutos da carne e do leite: alternativas proteicas para uma dieta vegetariana

Imagem de RitaE por Pixabay 

Por Daniel Magnoni * 

Quando falamos de alimentação vegetariana ou vegana, uma das primeiras questões que surgem como pauta é relacionada a adequação de proteínas. Como já sabido, dietas vegetarianas são marcadas pela exclusão de alimentos de origem animal, como peixes, carnes, aves e seus derivados, podendo ou não fazer o consumo de laticínios ou ovos -  como no caso de indivíduos veganos (vegetarianos estritos).   

Nesse sentido, a restrição de produtos de origem animal, conhecidos por serem uma completa fonte proteica, requisita uma atenção maior na escolha de alimentos de origem vegetal que supram as necessidades de proteína de maneira efetiva, adquirindo todos os aminoácidos essenciais e atendendo às demandas de outros nutrientes importantes como ferro, cálcio e vitamina D.  


Ao contrário do que muitos pensam, a proteína vegetal pode facilmente satisfazer às necessidades diárias do nutriente, mas desde que haja o consumo variado de alimentos fonte combinado com ingestão energética adequada.  

Um dos caminhos mais comuns encontrados pelos vegetarianos para ajustar os níveis de proteína da dieta é o consumo de soja. Conhecida por ser uma boa opção proteica, com teor total variando de 36% a 46%, a soja apresenta extensa versatilidade na produção de produtos análogos da carne e do leite, tornando-se um importante alimento no plano alimentar de indivíduos que realizam restrição do consumo animal.   

Um grande exemplo de produto de soja que pode ser utilizado como substituto da carne, contendo inclusive textura e aparência semelhante, é a Proteína Texturizada de Soja (PTS). A soja in natura e outros produtos como tofu, fermentados de soja e proteína isolada de soja também são opções de consumo, sendo que esta última pode ser adicionada à diversas preparações ou refeições para aumentar seus valores nutricionais.    


Além do consumo de soja em si, uma excelente estratégia para obter todos os aminoácidos essenciais presentes na carne é a mistura de cereais e leguminosas, como por exemplo, a clássica combinação de arroz e feijão. As leguminosas fornecem quantidades adequadas dos aminoácidos lisina, leucina e arginina. Por sua vez, os cereais são boas fontes de triptofano e metionina. Assim, a associação entre cereais e leguminosas proporciona prontamente uma adequada ingestão proteica, melhorando o perfil de aminoácidos da dieta.  


Quanto aos substitutos do leite, existe uma vasta gama de possibilidades, mas é muito importante atentar-se ao perfil nutricional de cada um. Apesar das vantagens como a ausência de colesterol e melhor perfil de gorduras, as alternativas de leite com base vegetal ainda possuem diferenças importantes entre si e que devem ser levadas em consideração.   


Leite de soja 
Imagem de bigfatcat por Pixabay
Em termos nutricionais, o extrato de soja é uma das melhores alternativas para substituir o leite de vaca, tendo em vista que dentre as opções vegetais, é a que mais se assemelha em quantidades de proteína e outros nutrientes. Entretanto, para alguns, a desvantagem no extrato de soja encontra-se no sabor desagradável, uma queixa frequente entre os consumidores.

Leite de amêndoa   O extrato de amêndoa é muito popular pelo seu sabor e aroma. Possui um bom teor de gorduras monoinsaturadas, proteínas, fibras, vitamina E, além de uma menor quantidade de calorias.

Leite de arroz
Com relação ao extrato de arroz, este possui uma quantidade elevada de carboidrato, inclusive maior que o leite de vaca. Não deve ser utilizado como um substituto, já que carece de proteínas e minerais como o cálcio. O conteúdo de cálcio presente nesta opção de leite vegetal normalmente provem da fortificação da indústria, que adiciona o mineral para imitar os níveis presentes naturalmente no leite de vaca.  

Leite de coco  
Muito utilizado na culinária brasileira, o extrato de coco também não é visto como um bom substituto para o leite de vaca. Apesar de possuir ácido láurico, que de acordo com estudos pode aumentar o colesterol bom (HDL) e diminuir o colesterol ruim (LDL), o produto possui uma elevada quantidade de gordura saturada e diversidade limitada de nutrientes.  

*O conteúdo de cálcio presente nestas opções de leite vegetal normalmente provem da fortificação da indústria, que adiciona o mineral para imitar os níveis presentes naturalmente no leite de vaca. 


A dieta vegetariana proporciona diversos benefícios à saúde, desde que devidamente orientada. Um plano alimentar bem planejado, variado e com a seleção adequada de alimentos fornece facilmente todos os nutrientes necessários, mesmo sem a ingestão de alimentos de origem animal. Sob esses cuidados, a alimentação vegetariana é considerada muito saudável, sendo capaz de auxiliar na redução do risco de doenças crônicas não transmissíveis e melhorar a qualidade de vida de quem a adota.  

• Daniel Magnoni, consultor da iniciativa Nutrientes para a Vida (NPV), diretor de Serviço de Nutrologia e Nutrição Clínica do Hospital do Coração – Hcor, Mestre em cardiologia pela Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP; especializado ainda em Clínica Médica, Nutrologia e Nutrição Parenteral e Enteral pela Associação Médica Brasileira – AMB / Conselho Federal de Medicina – CFM 





LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...