quinta-feira, 28 de março de 2019

DICAS INFALÍVEIS PARA TER UMA COZINHA ORGANIZADA


Saiba como deixar este ambiente com muita praticidade com as sugestões da expert em organização residencial


Para muitas pessoas a cozinha é o coração da casa, já que é nela que grande parte das recepções sociais acontece. “Com a alimentação sendo a base da vida, a cozinha se torna realmente o local mais requisitado dentro de um lar. É lá que são preparadas as refeições, as reuniões informais com amigos e parentes acontece e as discussões mais importantes da família pode ocorrer”, comenta a personal organizer Aline Delavy.

A organização deste ambiente pode parecer uma tarefa difícil, até porque ali circulam todos que moram na casa, mas na verdade exige só um pouco de paciência e disciplina. “Com os itens corretos, adequação dos espaços, criatividade e uma pitada de desapego, é possível ter uma cozinha prática, organizada e cheia de charme”, argumenta Aline Delavy.

Se você não sabe por onde começar, confira as recomendações da personal Aline Delavy.

Aramados
Estes acessórios são aliados importantes na hora da organização dos armários. Com eles otimizamos e ganhamos espaços, o acesso às loucas ou alimentos fica mais funcional e pratico. Costumo usar as prateleiras aramadas para ganhar nichos onde é possível colocar xícaras ou pratos. Já o espaço superior da prateleira destinado para inserir o cesto aramado onde será colocado as xícaras grandes”, ensina a especialista.

Armários e Gavetas
“Uma solução simples para organizar a louça nas prateleiras e gavetas é usar caixas, cestos organizadores, bandejas e até escorredores de louça. Isso é ótimo para otimizar o espaço dentro do armário.  Já os escorredores de louça, por exemplo, é um coringa para organizar tampas de potes plásticos que ficam empilhadas de qualquer jeito dentro do armário, atrapalhando a armazenagem de outros itens. Para a famosa segunda gaveta da cozinha usamos as divisórias, onde categorizamos os utensílios por tipo”.

Alimentos secos
Um jeito simples, criativo e bonito de organizar a cozinha é colocar etiquetas nas caixas, cestos organizadores e nos potes de mantimentos. Isso deixa muito mais fácil a identificação e a busca do que precisa. As etiquetas conferem um toque a mais na decoração da cozinha. Costumo etiquetar todos os potes de alimentos com os adesivos de lousa e a caneta de giz líquida, que somente apaga com pano úmido ou ao lavar o pote. Elas podem ser compradas em papelarias, mas há diversos modelos na internet. É só identificar o modelo que mais gosta e fazer o download. Para organizar a despensa, a ideia é que os alimentos sejam categorizados por tipo (itens para café da manhã, enlatados, doces, massas, etc) e organizados em cestos. Lembre-se: o que você vê, você usa!”

Reutilizar x Desapego
Durante a organização da cozinha consegue-se identificar itens que estavam ali e sem uso. Usando de criatividade é possível adaptar determinados objetos e dar outro uso para eles. Por exemplo, os potes plásticos de maionese ou vidros de geleia podem ser transformados em potes para armazenar condimentos. Com esta renovação, até o meio-ambiente ficará impactado”, finaliza a personal organizer Aline Delavy.

CAMUFLAGEM DE ESTRIAS - Técnica disfarça as marcas indesejadas pelas mulheres


Ter um contorno corporal harmônico e sem marcas é o desejo de grande parte do público feminino. No entanto, por questões orgânicas, muitas mulheres possuem estrias, que são muito comuns em diversas idades e fases da vida.

Estas marcas no corpo que tanto incomodam as mulheres, agora podem ser disfarçadas com uma nova técnica. Trata-se da Camuflagem de Estrias.

A técnica é uma mistura entre tatuagem e estética. Aplicando-se uma tinta com o tom da pele de cada pessoa, criando uma ‘camada’ sobre a estria. Estas imperfeições podem ser cobertas de forma definitiva”, afirma a especialista em micropigmentação Jéssica Silvetty. A especialista explica ainda que a Camuflagem de Estrias só pode ser aplicada sobre as cicatrizes brancas, consideradas antigas. “Neste tipo de estria já ocorreu uma atrofia mais intensa das fibras colágenas e elásticas, e não há inflamação envolvida, por isso os resultados são imediatos”.

A camuflagem pode ser realizada na região do abdômen, nas panturrilhas, região lombar e nos seios. “A durabilidade do resultado vai depender do estilo de vida da cliente e da região que passou pelo procedimento. Mas, a média é de dois a cinco ano. A técnica de Camuflagem de Estrias pode ser aplicada em peles flácidas e em qualquer fototipo”, assegura Jéssica Silvetty.

A grande vantagem se se submeter a este procedimento é que ele possui uma resposta muito rápida e não é necessário fazer muitas sessões. “Quem faz a camuflagem de estrias não estará fazendo um processo de micropigmentação na região e sim uma tatuagem, por isso ela poderá entrar em contato com o sol normalmente após o tempo de cicatrização que não correrá riscos da cor clarear ou da camuflagem sair. No entanto, é válido ressaltar que a cliente deve seguir todas as orientações de cicatrização do profissional que estará realizando a técnica, para que tudo saia conforme planejado”, finaliza a Micropigmentadora Jéssica Silvetty.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...