segunda-feira, 18 de maio de 2015

Chia: os principais benefícios destas sementes e uma receita especial de pudim de chocolate

A chia (Salvia hispanica L.) é uma planta herbácea originária do México, suas sementes já eram utilizadas como alimento pelos povos das civilizações da América Central há muitos séculos. Mas, aqui no Brasil  temos ouvido falar muito mais sobre a chia nos últimos anos e a incluir estas sementes na alimentação. Mas, como a melhor forma de consumi-la? Quais os benefícios dela? Sobre estas questões, eu entrevistei Cecília Gravatá, nutricionista clínica da L&L Espaço Vida ao Corpo de São Paulo.  Este post está supercompleto e espero que gostem, pois eu também tenho consumido chia, mas tenho algumas dúvidas que surgem ao conversar com os amigos. 

Chia hidratada com suco de uva integral e iogurte grego
A chia é um alimento poderoso, pois tem um impacto muito positivo no organismo. " Ela tem ação anti-inflamatória e ajuda no controle da pressão arterial, porque o grão fornece o ômega 3 (ácido linolênico), que tem a propriedade de combater a inflamação do organismo e tem efeito anti-hipertensivo", esclarece Cecília. A presença do ômega 3 também faz com que a chia seja um bom alimento para a saúde cerebral, já que esses ácidos graxos poli-insaturados são componentes da estrutura das células nervosas, podendo também melhorar a memória, reduzir a ansiedade e a depressão.

Controle do diabetes, combate à constipação e auxílio nas dietas de emagrecimento são outras vantagens da chia,  graças ao alto teor de fibras. "Ela ajuda a melhorar a sensibilidade ao hormônio insulina, melhorando a glicemia pós-prandial (após uma refeição). As fibras tornam mais lenta a absorção dos açúcares pelo intestino, o que ajuda e muito a manter a glicemia (açúcar no sangue) controlada". 

A chia ainda é um poderoso alimento para incluir nas dietas de vegetarianos, por ser fonte de proteínas vegetais. "A qualidade da proteína é excelente, contendo aminoácidos essenciais", finaliza a nutricionista.

Veja abaixo mais perguntas e uma receita especial de pudim: 

A chia precisa ser consumida sempre hidratada? Em caso positivo, por quê?
Não. A chia deixada de molho por uns 30 minutos, forma uma espécie de gelatina sólida, criado devido a fibra solúvel que ela tem. Mas, este gel se forma naturalmente no estômago quando ingerimos a chia em sucos, iogurtes, sopas, saladas etc.

Qual a quantidade de chia a ser consumida por dia? (considerando-se a ingestão de outras fontes de fibras).Uma colher de sopa por dia.

E se a chia for consumida triturada? Existe algum problema?Não. A chia pode ser consumida em gel (de molho em água), em semente seca, farinha e óleo. As suas propriedades nutricionais ficam mais intactas quando são consumidas as sementes inteiras. Ela triturada ou em forma de farinha é o produto final da moagem do grão de chia.

Pudim de chocolate com chia

2 potes de iogurte sabor baunilha 
2 colheres de sopa manteiga de semente de girassol 
2 colheres de sopa de cacau em pó  
2 colheres de sopa de sementes de chia

Como fazer:

Misture todos os ingredientes batendo bem com um fouet para que fique leve. Despeje em pequenas taças com o auxílio de uma colher. Leve à geladeira por ao menos 1 hora ates de servir.


http://www.vidaaocorpo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...