quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Resenha de azeites espanhóis: Hojiblanca, Mueloliva e Carbonell

Em setembro eu tive o prazer de participar de uma degustação de azeites espanhóis e me programei de realizar uma resenha sobre o tema, com base no que aprendi no dia, do que li depois e das minhas expectativas como consumidora.

Demorou mas, finalmente, parei para preparar este post com três marcas de azeites que participaram do evento: Hojiblanca, Mueloliva e Carbonell. Vou falar de sabor, características do produto e também da embalagem.

Azeite de oliva tem a sutileza do vinho.  A qualidade do azeite, sabor, aroma e a intensidade de são influenciados diretamente pela variedade de azeitona usada, maturação do fruto no momento do processamento, pelo clima da região produtora e características do terreno em que a oliveira está localizada  (na indústria do vinho chamam isso de terroir). Entretanto, azeite não é como alguns tipos de vinho que ficam melhor à medida que envelhecem. O azeite deve ser consumido ainda "novo", além do que ele precisa ser corretamente armazenado (longe de fontes de calor). Vamos aos produtos! Lembre-se: se tiver alguma dúvida sobre azeite de oliva, apresente que procuraremos a informação que precisa.

Hojiblanca: é um azeite extra-virgem produzido apenas com azeitona Hojiblanca. Tem um sabor bem suave, assim como o seu aroma.Um certo amargor aparece bem ao fundo. Sua acidez é de aproximadamente 0,3%. Tem como ponto forte a embalagem ergonômica, pois é acinturada o que facilita o manuseio. Também tem o melhor bico dosador dos produtos que eu vi, pois é bem econômico. As informações do produto também estão nos rótulos. Delicioso, sinto água na boca a imaginar este azeite finalizando um escalope de bacalhau.


Mueloliva: azeite extra-virgem. Sua acidez é de até 0,4%. Não informa qual a espécie de azeitona usada. Também apresenta sabor e aroma suaves. O frasco traz alguns recortes que facilitam o manuseio (eu sempre sofro com a ideia de derrubar o vidro quando o pego). O bico poderia ser um pouco mais fechado,. mas, permite controlar a colocação. Este azeite eu colocaria numa gostosa salada verde ou de legumes - pratos que eu amo.



Carbonell - Primeira Campaña:  outro azeite extra-virgem. É o que deixou na minha boca um amargor residual mais intenso ao final da degustação. Tem o aroma intenso também e "verde". Acredito que possa ser melhorado com a inclusão de um rótulo com as informações técnicas do produto, como acidez e data de validade. Não informa qual a espécie de azeitona usada. Eu guardei a caixa dele até poucos dias, mas acho que minha diarista finalmente jogou-a fora rsrs. Seu bico não é econômico. Assim, cuidado ao virar o frasco no prato. Um belo azeite para suas receitas de antepastos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...