sexta-feira, 11 de abril de 2014

Ser & Viver: Caixa de lembranças e espirros

Aquele tempo vivido no colo de minha mãe...Quem dera eu pudesse lembrar todas as sensações de aconchego, quem dera eu pudesse reviver estes momentos. 

Queria voltar ao passado, mas ter à disposição todos os recursos tecnológicos de hoje em dia. Desta forma, registraria meu primeiro choro, minhas sugadas ávidas do leite materno tão abundante, reviveria os abraços de minha mãe a envolver a filha tão esperada.

Atualmente, as crianças podem ter acesso a todos os momentos de sua infância. Que beleza! Registros em fotos digitais, vídeos, áudios, blogs e os tradicionais álbuns. Rir, sorrir, se emocionar, várias e várias vezes a cada instante rememorado. 

Quem nasceu, como eu, nos meados do século XX, precisa garimpar fotos em meio a quinquilharias antigas, guardadas em caixas meio capengas, cobertas de pó. A poeira nos faz espirrar, mas não desistimos de encontrar os poucos fragmentos do passado -  fotos em preto e branco, binóculos, uma peça de roupa do tempo de bebê. 

Em meio aos espirros e do pó, resgatamos o começo de nossa caminhada nesta vida. O colo de mãe, a cara séria do pai, um ou outro tio e primos em fotos pálidas, meio apagadas. Este olhar nos permite envolver  nossas lembranças em uma luz mágica e sonhar com dias que nunca mais virão.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...