domingo, 6 de outubro de 2013

Outubro Rosa: Tratamentos para linfedemas após mastectomia

Com a chegada do Outubro Rosa, mês de prevenção contra o câncer de mama, intensifica-se a discussão sobre possíveis alternativas para melhorar a qualidade de vida das pacientes que passaram por mastectomia. Um dos problemas que surgem após tratamento cirúrgico de câncer de mama é o aparecimento de linfedema, que é o acúmulo de líquido no membro superior que provoca dor, inchaço e desconforto estético.

O acúmulo de linfa, ou seja, um inchaço no membro que foi operado faz com que ocorra o aumento do volume e do peso desse membro, causando limitações na execução dos movimentos do braço, dor e ainda, predispõe a mulher à infecção no local. Por ser irreversível, o linfedema acaba afetando a qualidade de vida e também altera as atividades diárias das mulheres.

Há muito tempo vem sendo discutido a melhor forma de conduzir o tratamento do linfedema, pois uma vez que se inicia ele não desaparece, somente obtém-se redução das medidas e melhora da funcionalidade desse membro. O tratamento adequado oferece uma melhora no volume do membro e faz com que as atividades se tornem mais fáceis, mesmo com o linfedema.

"Os tratamentos mais comuns e os mais conhecidos são a drenagem linfática manual, enfaixamento compressivo, uso de braçadeiras elásticas, além de orientação e exercícios diários. A drenagem linfática manual consiste em manobras rítmicas, constantes e suaves de forma a retirar a linfa - líquido rico em proteína -, que está acumulada no braço e conduzir a outra parte do corpo onde o sistema linfático esteja intacto", explica Dr. José Luiz Cataldo, cirurgião vascular, do ambulatório de linfedema da UNICAMP.



Segundo o cirurgião vascular, a melhora do linfedema se deve ao comprometimento da paciente ao tratamento e a escolha de profissional médico, que conhece esse tipo de problema de saúde, a fim de que o linfedema seja diagnosticado na fase precoce, cujo tratamento pode evitar a progressão para as fases avançadas e limitantes dessa disfunção linfática.

Sigvaris Advance - braçadeiras de compressão - estudos mostram que a terapia da compressão é um tratamento eficaz para o linfedema do braço. Essas descobertas sugerem que existe um maior risco do aumento do volume do braço em pacientes com linfedema no membro superior quando não estão usando produtos com compressão. Segundo Swedborg (1984), as roupas de compressão são eficazes para controle de linfedema no membro superior em longo prazo para resultados eficazes de tratamento contra o câncer de mama.

Indicações:
·   Prevenção do linfedema após a cirurgia, mastectomia, seguida ou não de    radioterapia;
·  prevenção da reincidência do linfedema após a conclusão da terapia de  descongestionamento;
·       indicada para linfedema discreto, moderado e leve.

Características:
·       polegar ou sem polegar;
·       braçadeira medicinal de compressão graduada 20-30 mmHg;
·       tamanhos: P, M e G;
·       dois comprimentos: normal e longo;
·       com banda de silicone antideslizante;
·    as braçadeiras Advance combinam a tecnologia mais recente disponível na fabricação de malhas (o Sensinnov, única banda de silicone respirável  altamente aderente) e o Modal, os quais são bacteriostáticos e termorreguladores; cores: natural clara e preta.

Agradeço pelo material enviado pela Sigvaris! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...