terça-feira, 23 de julho de 2013

Saúde: Saiba mais sobre a Osteoporose

Neste post, a Dra Claudia Chang CRM 110155),doutoranda em Endocrinologia pela USP/ Coordenadora e Professora de Pós-Graduação em Endocrinologia do ISMD – Instituto Superior de Medicina, apresenta as principais informações sobre a osteoporose, que é definida como uma doença em que ocorre diminuição da massa óssea com aumento da fragilidade óssea e maior risco de fraturas. Mas, ao contrário do que muitos pensam, a osteoporose não causa dor. Esta dor só ocorre quando há fraturas, por isso é crescente a importância de se fazer o exame de rotina. O tipo mais comum de osteoporose ocorre após a menopausa, sem contar a osteoporose senil, que ocorre na velhice.

fotos meramente ilustrativas - não representam pacientes

São vários os fatores de risco para osteoporose. Dentre eles, destacam-se:

- tabagismo;

- sexo: mulheres são mais acometidas, mas homens também podem ter osteoporose;

- idade: quanto mais avançada a idade, maior o risco;

- dieta: alimentação rica em proteína e sal, e alimentação pobre em leite e derivados, principalmente na fase da adolescência, quando o osso atinge o que é chamado de "pico de massa óssea";

- baixo peso, que é considerado um fator que leva a uma maior chance de osteoporose;

- medicações: uso de algumas medicações como corticóides e anticonvulsivantes, ambos por períodos prolongados, que aumentam muito a chance de perda óssea;

- doenças que interferem na absorção intestinal como doença celíaca (intolerância ao glúten), por exemplo.

Um dos fatores mais importantes que interferem positivimente na "saúde do osso"é a prática regular de atividade física, principalmente que envolva exercícios de carga (musculação, por exemplo).

O diagnóstico da osteoporose é feito por um exame chamado densitometria óssea e o tratamento envolve uma série de variáveis como reposição adequada dos níveis de cálcio (seja por dieta ou medicação), reposição de vitamina D, além de medicações que vão atuar diretamente no osso, estimulando a formação óssea ou inibindo sua degradação. Vale lembrar que quando houver ingestão de medicações que levem a osteoporose, é fundamental que seja feita a prevenção do quadro com o acompanhamento médico.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...